sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Na era do disco!

Fala galera, fiz um up-grade na bike que eu já estava querendo fazer a um bom tempo, investi em um kit de freios a disco... Mecânicos tá, (hidráulicos ainda não são para o meu bolso) mas já vão me servir muito bem, pelo menos para o tipo de uso que faço da bike.

Image Hosted by ImageShack.us

Digo isso pelo seguinte, tem se visto muitas bikes por aí com o tal do freio a disco, mas o que eu reparo é que na maioria das vezes as pessoas colocam o ítem por estética, modismo, etc, mas não realmente por precisar. Um V-brake bem regulado e com boas pastilhas vão servir muito bem a maioria das pessoas, inclusive adicionando menos peso a bike.

A essa altura, certamente irão me que questionar - "Catzo, então porque você colocou na sua bike?"

Bom, coloquei porque eu não estou incluso nessa maioria meus caros, hehehe... Quando se começa a fazer trilhas pra valer (não aquelas estradinhas de terra no fim de semana hehe), pedalar distâncias mais longas, e a exigir mais do equipamento, você começa também a compreender a diferença entre equipar a bike por estética, e equipar a bike por necessidade, pois o equipamento antigo já não está suportando o esforço, ou simplesmente porque o biker está buscando algo mais eficaz.

Image Hosted by ImageShack.us

Eu coloquei o kit pelos seguintes motivos:

1 - Em velocidades superiores aos 40km/h (que eu tenho ultrapassado com certa frequência), os V-Brakes com as sapatas Shimano já não estavam segurando a bike, dava até pra sentir as pastilhas derretendo!

2 - Em trilhas que faço com certa regularidade, é muito comum encontrar pelo caminho poças, lama, etc. E a partir do momento em que os aros se molham, ou se sujam, a capacidade de frenagam também diminue consideravelmente, o que não é nada agradavém descendo uma trilha fechada em velocidade rasoável, onde basta piscar pra ir pro chão da pior maneira possível!

3 - No caso de entortar um aro, com o Vbrake, fica impossível de prosseguir dependeno do quanto o aro empenou, pois o mesmo ficaria pegando nas sapastas de freio, a solução seria soltar o cabo do V-brake, mas aí tríamos outro problema, ficaríamos sem freios... O que não ocorre com o disco, já que o sistem é fixado ao cubo da roda!

Image Hosted by ImageShack.us

Bom é isso, minhas pastilhas ainda estão assentando, mas no ultimo rolê que eu fiz no ano (31/12), já pude começar a sentir a diferença, futuramente eu postarei um relato com o teste completo dos nosvos freios, grande abraço e feliz ano novo!!

5 comentários:

Diego disse...

Opa e ae cara blz?

legal esses freios hein! D que marca são? Eu tbm estou afim de colocar uma na minha SK. Pretendo por os winzip ultramax de 203 mm, será que cabe na traseira da SK? E o cubo, qual você usa?

Abraços

Beto Marcicano disse...

O kit é da Bengal, o cubos vieram no kit também! 203mm é pra caber sem problemas na SK, um amigo meu tem na dele e funcinam perfeitamente, abraço!

Rafael disse...

sua bike é uma sk? qto tempo demorou para as pastilhas assentarem? è q acabei de colocar um kit na minha e os freios ainda estão meio fraquinhos hehehe

Beto Marcicano disse...

Cara, cada caso é um caso, tem pastilhas e pastilhas. As minhas levaram cerca de 15km, até ficar no ponto, agora o kit está montado na minha Miyata, mas mesmo na época que estava na SK eles faziam a diferença, um ótimo investimento com certeza!

Rafael disse...

Legal. to começando a sentir a diferença o kit q coloquei foi o winzip até q to gostando. mas to afim de começar a fazer umas trilhas, mas ñ acho ninguem q saiba algum lugar pra começar.
Abraços e valew