segunda-feira, 7 de abril de 2008

Bikes na contra mão? Olha o perigo!

E aí galera! Hoje vou falar de um assunto que parece banal, mas é muito sério. As bicicletas que andam pela contra mão. Pode parecer um ato inofensivo, mas as consequências podem ser trágicas.
Não é raro se ter notícias de ciclistas que morreram após colisões frontais com veículos, sendo assim não é bom dar chance para o azar né.

Image Hosted by ImageShack.us
Aqui não é o Japão nem a Inglaterra, ande sempre pela direita!


Vocês já devem ter reparado quando andam a pé, de carro ou de bicicleta que muitos ciclistas mal informados costumam trafegar na contra mão. Eles acreditam que esta é a forma mais segura, pois podem visualizar o que vem de encontro a eles... Puro engano!



Image Hosted by ImageShack.us
Em algumas cidades como Amparo e Ubatuba por exemplo, bicicletas que trafegam na contra mão ou na calçada estão sendo apreendidas.


Vamos ver a seguir alguns bons motivos para se trafegar pela mão correta!

- Bom, primeiramente você deve andar na mão correta porque é a lei. Ao contrário do que muita gente pensa, bicicleta não é brinquedo, e sim um veículo não motorizado (movido a propulsão humana) portanto se enquadra nas leis de trânsito como qualquer outro veículo. Claro que com alguns artigos próprios.

- Vamos supor que por ventura você venha todo confiante pela contra mão, pois afinal de contas você está "vendo o quem vem pela frente" e leve um esbarrão de um carro, moto, ou até outro ciclista e isso resulte em um acidente. Sabe quem vai responder pelos danos causados? Pois é bonitão, é você mesmo, porque segundo a lei, você está no sentido errado, colocando em risco a sua segurança e a de terceiros, já se você estivesse no sentido certo... "Há, mas um monte de gente faz isso..." Pois é, e todos eles estão errados, acho que já passou da hora de mudar os hábitos e passar a fazer a coisa certa não?

- O argumento de que "pedalando na contra mão eu vejo o que vem na minha direção" é completamente furado. Veja só, na cidade onde a velocidade dos veículos é menor você até poderia conseguir desviar de alguma "ameaça", mas o que ocorre é o seguinte, tanto motoristas como pedestres, na hora de sair de uma vaga, abrir uma porta ou atravessar uma rua, estão condicionados a olhar só para um lado da via, o lado de onde vem o tráfego, eles não esperam e nem imaginam que uma bicicleta possa vir em velocidade razoável no sentido contrário. Essa é a hora em que você vai colidir com eles e vai ter que ficar quieto, pois é você que está errado.

Nas estradas e rodovias a situação é ainda pior. Os veículos motorizados andam em velocidades muito altas, e acredite, nem o Flash conseguiria desviar de um carro vindo a 120 km/h de frente com ele, ainda mais porque a velocidade de aproximação é a soma da velocidade do carro com a velocidade da bike, sendo assim se o carro estiver a 60km/h e você a 30km/h por exemplo, a velocidade da aproximação será de 90km/h! Já se os dois estiverem no mesmo sentido a velocidade de aproximação será de apenas 30 km/h! Sendo assim o importante não é você ver o carro, e sim você ser visto pelo carro! Por isso que é recomendado que o ciclista use roupas de cores mais chamativas, capacete, refletores ou luzes de sinalização.

- Impactos frontais são muito mais letais para o ciclista que impactos por trás, inclusive existem estudos que indicam que o numero de impactos por trás são insignificantes se comparados aos impactos frontais.

- Se desejamos que a bike seja reconhecida como veículo, então devemos respeitar as leis de trânsito sim, para que elas sejam vistas como tal.

- Ao pedalar na contra mão o ciclista torna-se um elemento estranho aos reflexos dos motoristas que já estão condicionados a responder a objetos que trafegam na mesma direção, correndo o risco de sofrer e causar acidentes graves.

7 ° - Quem trafega na contra mão, coloca em risco a segurança dos Ciclistas que estão treinando ou simplesmente se deslocando no sentido correto.

- A bicicleta tem prioridade no trânsito sobre os veículos motorizados (embora na prática isso não ocorra, no Brasil vale a lei do mais forte...), mas o pedestre tem a preferência sobre todos os veículos, portanto andando na mão certa você preserva a saúde e bem estar físico dos pedestres mais desatentos, evitando passar literalmente por cima deles hehe.


Image Hosted by ImageShack.us
Faça a coisa certa, respeitando as leis todos só tem a ganhar...

"Art. 58. Nas vias urbanas e nas rurais de pista dupla, a circulação de bicicletas deverá ocorrer, quando não houver ciclovia, ciclofaixa, ou acostamento, ou quando não for possível a utilização destes, nos bordos da pista de rolamento, no mesmo sentido de circulação regulamentado para a via, com preferência sobre os veículos automotores."


É isso aí galera, vamos respeitar as leis, pedestres e os outros condutores, mesmo que não seja reciproco, é importante fazermos nossa parte, só assim seremos respeitados um dia, um grande abraço!

Apoio: www.pedal.com.br

3 comentários:

pedaleiro disse...

Muito bom o seu artigo, Beto. Venho lá do pedal.com.br e gostei muito do seu blog.

Também já comentei no meu blog sobre isto, pois quase acabei colidindo com um ciclista que vinha na contra-mão, mas parece que o povo não aprende.

Talvez, se continuarmos insistindo, eles venham a aprender a forma correta de se comportar no trânsito.

Beto Marcicano disse...

Com certeza, a melhor maneira de educar o povo é com informação e com nosso próprio exemplo, grande abraço!

Frederico disse...

Cara melhor maneira que tem de educar o povo é somente uma, ciclistas na contramão e pedestres na rua passem por cima, ciclista na calçada mais simples ainda quando ele estiver passando estica o braço, o guarda chuva, a bolsa qualquer coisa que esteja entre vc e a cabeça do infeliz.
Garanto que quando virar noticia em todos tele-jornais o brasileiro aprende.